segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Médico de Michael Jackson volta ao tribunal

Los Angeles, EUA - O médico que é acusado de homicídio culposo na morte do cantor Michael Jackson, Conrad Murray, volta ao tribunal hoje, segunda-feira.


A audiência de hoje deve determinar quando os promotores terão que apresentar publicamente algumas das evidências contra o médico.


Uma audiência preliminar em que Murray deverá testemunhar também deve ser marcada durante a audiência de hoje, que acontece em Los Angeles.


O juíz irá decidir se há provas suficientes para declarar Murray culpado de homicídio culposo e, consequentemente, ter sua licença confiscada. Ele foi acusado em Fevereiro de ter administrado uma dose letal do anestésico Propofol em Jackson.


Murray alega que é inocente e que não deu a Jackson que deveria ter matado o cantor.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva