quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Mãe de Michael Jackson processa produtora de shows

Empresa contratou médico que atendeu o cantor antes de morrer

Michael Jackson e a mãe Katherine

Segundo advogado, intenção do processo “é provar ao mundo a verdade sobre a morte de Michael Jackson de uma vez por todas”

A mãe de Michael Jackson entrou com uma ação na Justiça contra a produtora que organizava a volta do rei do pop aos palcos. Katherine alega que não foram disponibilizados equipamentos e os cuidados adequados para evitar a morte de seu filho, informou seu advogado.

O processo, que foi aberto na Corte de Los Angeles, é movido contra a AEG - que, segundo Katherine, colocou o cantor sob pressão, estresse e rotina extenuante durante os ensaios para os shows que seriam realizados em Londres. Ela acusa a empresa de ter sido negligente com a saúde dele. O pedido é de indenização por danos e prejuízos, mas o valor não foi especificado.

A produtora também foi a responsável por contratar o médico Conrad Murray, que atendeu Michael pouco antes de ele morrer, aos 50 anos em junho de 2009, após uma parada cardíaca provocada por uma superdosagem de anestésicos. Murray está sendo processado por homicídio culposo e negligência e deve ser julgado em 2011.

Esclarecimentos - O advogado de Katherine informou em comunicado que a intenção do processo “é provar ao mundo a verdade sobre a morte de Michael Jackson de uma vez por todas”. Ele também alega que Prince, o filho mais velho do cantor, sofreu um trauma irreparável ao testemunhar os últimos momentos de vida do pai.

A produtora diz que não teve acesso ao processo e, por isso, não se pronunciará sobre o caso.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva