quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Michael Jackson teria medo de virar atendente de lanchonete, diz sua cabeleireira

Michael Jackson. Foto: Getty Images

Dias depois da morte de Michael Jackson, a cabeleireira do astro teria dito, em depoimento à polícia, que o cantor estava preocupado com a turnê que faria em Londres, na Inglaterra. Segundo ela, MJ teria brincado que temia acabar a carreira como atendente da rede McDonald´s. A informação foi divulgada pelo site TMZ.

"Ele disse que teria que trabalhar como funcionário do McDonald´s se não fizesse essa turnê", afirmou, em tom de brincadeira. A cabeleireira disse, ainda, que achava que o cantor estava se sabotando com drogas para dar conta de fazer as 50 apresentações já agendadas.

Karen afirmou que Michael precisava de ajuda psicológica e estava preocupada com a saúde do cantor, que estava perdendo muito peso e vinha demonstrando sinais de que usava drogas.Dias antes do astro morrer, quando ele parecia mais saudável, Karen perguntou ao assistente a que se devia a melhora. "Ele está melhor porque o Dr. Arnold Klein não está aqui", foi a resposta. Em sua opinião, o dermatologista teria ajudado o cantor a comprar remédios usando nome falso. De acordo com um assistente de MJ, ele e seu médico se viam cerca de quatro vezes por semana.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva