terça-feira, 15 de março de 2011

Advogados querem vídeos com últimas horas de Michael Jackson

 . Foto: AP

Os advogados de defesa do médico Conrad Murray, que cuidou de Michael Jackson antes de sua morte, só receberam quatro minutos do que as câmeras de segurança capturaram nas 24 horas finais na vida do astro, informou o site americano TMZ - especializado em notícias de celebridade .

A defesa de Murray vai à Justiça nesta quarta-feira (16) pedir ao juiz para liberar todos os outros vídeos do monitoramento.

Fontes ligadas ao médico disseram ao site que o Departamento de Polícia de Los Angeles só liberou uma gravação de Michael retornando à sua casa, por volta de 00h30, no dia de sua morte. O vídeo mostra o cantor após o ensaio da turnê que nunca conseguiu estrear e acabou virando o documentário This Is It.

As fontes ainda disseram que os policiais só têm 11 minutos dos vídeos, mas os advogados querem ver as 24h, principalmente para apurar quem entrou e saiu da residência nas horas que antecederam a morte do Rei do Pop.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva