domingo, 3 de abril de 2011

Com protesto da torcida, Fulham inaugura estátua de Michael Jackson

Um domingo que ficará marcado para sempre na história do Fulham FC. Não, o tradicional clube do oeste de Londres não conquistou nenhuma taça inédita. O feito histórico sequer aconteceu em campo, foi atrás de uma das arquibancadas do estádio Craven Cottage, antes mesmo da partida deste domingo contra o Blackpool, pela 31ª rodada do Campeonato Inglês, que um fato inusitado chamou a atenção dos torcedores locais. O dia 3 de abril de 2011 vai ficar marcado como a data da inauguração da controversa estátua de Michael Jackson na casa dos “Whites”.

Fulham estátua Michael Jackson (Foto: Felipe Rocha / Globoesporte.com)

– Isso é um absurdo. Não pelo Michael Jackson, que era um grande artista. Mas, simplesmente por ele não ter nada a ver com o nosso clube. Vim para protestar – disse Brian Smith, torcedor que tem a mesma opinião da maioria dos presentes no estádio.

A polêmica ideia partiu do proprietário do Fulham, o bilionário egípcio Mohamed Al Fayed, amigo do astro pop, morto em junho de 2009. A intenção inicial, porém, era colocar a estátua na luxuosa loja Harrods, no centro da cidade, que também pertencia ao dono do Fulham.

Fulham estátua Michael Jackson (Foto: Felipe Rocha / Globoesporte.com)

Mas como Al Fayed vendeu o empreendimento a um grupo de investidores do Qatar, em maio de 2010, por cerca de R$ 4 bilhões, ele logo pensou no Craven Cottage como local da homenagem para Michael Jackson.

– É melhor mudar o nome do estádio para Madame Tussauds – ironizou outro torcedor, lembrando do famoso museu de cera que atrai turistas para ver os bonecos de centenas de celebridades. Houve, porém, quem apoiasse a decisão de Al Fayed.

– O que eu acho? Não tenho que achar nada. Alguém que coloca 200 milhões de libras dentro de um clube tem o direito de fazer o que quiser. (Michael Jackson) Era amigo dele e torcedor do Fulham – opinou Cid Morgan.

O único envolvimento de Michael Jackson com o Fulham aconteceu em 1999, quando o artista americano esteve presente no estádio, convidado por Al Fayed, para assistir à vitória do time da casa contra o Wigan, pelo Campeonato Inglês. Agora, Michael tem o seu lugar garantido dentro do Craven Cottage, ao lado da entrada do rio Tâmisa.

O único jogador “eternizado” pelo Fulham até hoje foi Johnny Haynes, craque dos anos 50 e 60, que defendeu o clube londrino por quase duas décadas e também tem uma estátua em frente ao estádio.

Fulham estátua Michael Jackson (Foto: Felipe Rocha / Globoesporte.com)

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva