terça-feira, 5 de abril de 2011

Dono do Fulham manda "ao inferno" críticos da estátua de M. Jackson

No último domingo, o Fulham inaugurou em seu estádio, o Craven Cottage, a polêmica estátua de Michael Jackson, que era amigo particular do dono do clube, Mohamed Al Fayed. Muitos torcedores se mostraram contra a homenagem e nesta segunda-feira foram alvo de críticas do mandatário.

"Quem não gostou que vá para o inferno. Não quero eles como torcedores. A estátua atrairá pessoas do mundo todo ao Craven Cottage", justificou Al Fayed.

A reclamação mais constante não é contra Michael Jackson em si, mas que ele não tem identificação alguma com o Fulham. O cantor foi apenas uma vez visitar o clube, em 1999, a convite de Al Fayed, quando assistiu a uma partida.

"Michael era um verdadeiro gênio. Alguém em que todos podiam se inspirar, ele tinha esse dom", finalizou o dono da equipe.

Pelo menos azar o cantor não trouxe: no primeiro jogo com a estátua, o Fulham derrotou o Blackpool por 3 a 0.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva