domingo, 17 de abril de 2011

Dr. Conrad Murray teria flertado com mulheres no dia da morte de Michael Jackson

Dr. Conrad Murray teria flertado com mulheres no dia da morte de Michael Jackson - Reprodução

Parece que o Dr. Conrad Murray, médico de Michael Jackson quando o Rei do Pop morreu, pode estar se complicando ainda mais no processo, onde é acusado por ser culpado na morte do cantor.

Segundo documentos revelados recentemente, Conrad Murray estaria flertando e enviando mensagens de textos para três mulheres, quando deveria estar observando Michael Jackson, já que havia lhe dado um forte cocktail de remédios.

De acordo com informações do jornal britânico The Sun, Conrad Murray, de 58 anos, estava no telefone com a garçonete Sade Anding, de 24, antes de ligar para a emergência. Ele também havia enviado mensagens de texto para uma stripper de Las Vegas, Michelle Bella.

Bridgette Morgan também era mais uma mulher que teria conversado com Conrad Murray no dia da morte de Michael Jackson. Ele teria falado com ela sobre uma passagem de avião que ele teria comprado para ela.

Os advogados do médico estão querendo que a vida amorosa e os passeios em clube de strip não estejam envolvidos no caso, mas o Ministério Público acredita que os documentos são importantes para mostrar que Conrad Murray estava desatento e distraído, enquanto teria que observar as reações de Michael Jackson, após tomar a forte dose de medicamentos.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva