quarta-feira, 20 de abril de 2011

REVIRAVOLTA: defesa afirma que Michael Jackson se suicidou

Os advogados do Dr. Conrad Murray, médico que responde pela morte de Michael Jackson, sustentaram em sua defesa durante uma audiência preliminar que o cantor se suicidou em razão de uma crise financeira.

De acordo com a defesa, Michael estaria desesperado por conta de sua situação financeira e, por este motivo, teria resolvido se matar. Os advogados de defesa pediram um levantamento do patrimônio do cantor como prova para o seu ponto.

Murray é acusado de ter administrado o anestésico Propofol em Michael e de negligência ao tratar da saúde do cantor. A promotoria refutou a alegação da defesa de que Michael teria cometido suicídio. Para o promotor David Walgren, a alegação dos advogados de Murray seria uma tentativa de desvirtuar o foco do julgamento.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva