segunda-feira, 16 de maio de 2011

Strauss-Kahn contratou advogado de Michael Jackson


Dominique Strauss-Kahn, o director do FMI acusado de agressão sexual e tentativa de violação, escolheu para representar a sua defesa um advogado norte-americano que se tornou famoso por defender celebridades em apuros como os músicos Michael Jackson ou P. Diddy.

Poucos advogados conhecem tão bem os meandros da justiça nova-iorquina como Benjamin Brafman, um jurista conhecido por ou vencer os julgamentos que faz ou, antes disso, chegar a acordo e evitar uma ida a tribunal, descreve a Reuters.

Brafman defendeu em 2004 o rei da música pop, Michael Jackson, de uma acusação de abusos sexuais contra uma criança - um caso de que se viria a afastar depois -, bem como a estrela de futebol americano dos New York Giants, Plaxico Buress, por este ter levado uma arma para uma discoteca que acabou por se disparar sozinha depois de escorregar pela perna das suas calças.

Este foi também o advogado que conseguiu o veredicto de "inocente" para o "rapper" "P. Diddy" Sean Combs, acusado de posse ilegal de arma de fogo e de tentativa de suborno, factos que ocorreram durante uma rixa e tiroteio numa discoteca perante mais de 100 testemunhas.

"A maioria das pessoas que vêm ter comigo estão em situações de grande, grande desespero", disse Benjamin Brafman, de 62 anos, numa entrevista recente.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva