sábado, 30 de julho de 2011

Michael Jackson - American BandStand 50th Anniversary

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Hollywood Tonight - Chantalou Remix


Remix muuuuuuuuuuuuuuuuuito bom, vale a pena ver galera \o/
Beijooooos

terça-feira, 26 de julho de 2011

Michael líder em vendas na França

Thriller, Bad , Dangerous e Number Ones são os 4 albúns de Michael Jackson que esta semana estão na tabela dos álbuns mais vendidos em França!
Incrível como Michael ainda vende a este ritmo. Aqui ficam as posições dos álbuns.

Top 200 Albums
#74 (71) Thriller - 25th Anniversary Edition
#133 (173) - Number Ones
#142 (130) - Bad
#163 (160) - Dangerous


Mãe de Michael Jackson rejeita tese de homícidio

A mãe de Michael Jackson rejeitou a tese defendida por La Toya Jackson, irmã do cantor, de que Michael Jackson foi assassinado por alguém que queria o catálogo do cantor. La Toya diz que Jackson foi assassinado por alguém que “sabia que Michael valia mais morto do que vivo”.

Em conferência de Imprensa, Katherine Jackson, mãe do cantor, afirmou: “É natural que as pessoas que amavam o Michael suspeitem da morte dele, mas não vi a mais pequena prova de que alguém associado à propriedade do Michael tivesse conspirado para o matar”.
Na mesma conferência de Imprensa, a família anunciou o concerto de tributo a Michael Jackson, que terá lugar a oito de Outubro, no “Millenium Stadium”, em Cardiff.

A mãe do músico agradeceu ainda o apoio dos fãs: “Eu gostava de agradecer a todos os fãs que continuaram a apoiar-nos. Obrigada a todos por manterem vivo o legado do meu filho”.

Família de Michael Jackson anuncia show em sua homenagem em outubro


A família de Michael Jackson anunciou nesta segunda-feira(25) a realização de um show beneficente no dia 8 de outubro, na cidade galesa de Cardiff, em homenagem ao rei do pop, que morreu em 2009.

O anúncio foi feito pela mãe do cantor, Katherine Jackson, acompanhada por seus filhos La Toya, Tito, Jackie e Marlon em um encontro com a imprensa convocado em um hotel de Beverly Hills (EUA).

Está previsto que o concerto dure 4 horas e seja retransmitido ao vivo por diversos canais pagos assim como em alguns teatros, enquanto os promotores deste tributo a Jackson, a companhia britânica Global Live Events, não deram detalhes sobre os artistas que se apresentarão.

Os ingressos para o show no Millennium Stadium de Cardiff começarão a ser vendidos no dia 4 de agosto, e a renda será direcionada para uma série de organizações beneficentes.

A homenagem, qualificado por Katherine Jackson como 'um evento mundial', não agradou dois irmãos do artista, Jermaine e Randy, que emitiram um comunicado contra a realização.

'Consideramos que é impossível apoiar um evento que acontecerá durante o julgamento criminoso em torno da morte de Michael (...). Sentimos que é inadequado se envolver com esse evento tão inoportuno', expressaram Jermaine e Randy, segundo citou 'TMZ'.

Após vários atrasos, o processo de seleção do júri começará em Los Angeles no dia 8 de setembro.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Juiz proíbe imagens inéditas de ensaios de Michael Jackson em julgamento

O juiz Michael Pastor, da Corte Superior de Los Angeles, proibiu nesta segunda-feira a exibição de imagens inéditas dos últimos ensaios de Michael Jackson no julgamento sobre a morte do cantor.

Em audiência realizada nesta manhã, o magistrado sentenciou contra a defesa do médico Conrad Murray, acusado de homicídio involuntário, que havia solicitado usar as gravações dos preparativos daquela que seria a turnê de despedida de Jackson para argumentar que a saúde do cantor não estava boa dias antes de sua morte.

O estúdio Sony, proprietário dos direitos sobre essas imagens, tinha pedido a Pastor que impedisse a difusão de vídeos de Jackson que não foram divulgados até o momento.

Em um primeiro momento, o juiz permitiu aos advogados de Murray que vissem as 100 horas de filmagem existentes nos arquivos de Sony correspondentes aos ensaios realizados nos dez dias prévios à morte do cantor.

A defesa de Murray, no entanto, reconheceu posteriormente que não encontraram material que evidenciasse uma fraqueza do artista.

"Mesmo em seus dias ruins, ele está bem", disse o advogado Michael Flanagan, que, no entanto, insistiu para que Pastor permitisse mostrar ao júri quatro horas de gravação para constatar que Jackson esteve muito tempo ausente dos ensaios.

O juiz não encontrou motivos suficientes para autorizar essa solicitação, por isso as imagens inéditas ficaram fora do processo.

Michael Jackson morreu em Los Angeles no dia 25 de junho de 2009, vítima de uma overdose de remédios, especialmente um potente calmante de uso hospitalar chamado Propofol que, segundo a Promotoria , Murray injetou no artista horas antes de sua morte.

A imprensa americana especula que a defesa, que ainda não revelou sua estratégia, poderia tentar provar que o rei do pop administrou sozinho uma dose excessiva de medicamentos, sem o conhecimento de Murray.

O médico reconheceu que administrava remédios para ajudar o artista a combater sua insônia. Segundo vários testemunhos, Jackson era um consumidor habitual de Propofol, uma substância branca que ele chamava de leite.

Caso seja condenado, Murray pode pegar uma pena máxima de quatro anos em prisão.

2 anos e 1 mes =/

We Missing You Michael (L)

Love Lives Forever

Créditos: Fotos

sábado, 23 de julho de 2011

R.I.P Amy Winehouse


Mais uma estrela da música nos deixa, Amy Winehouse foi encontrada morta neste sábado (23), em seu apartamento de overdose de drogas.
Apensar das polêmicas, foi conhecida mundialmente por sua voz única.

Descanse em paz Amy Winehouse

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Família de Michael Jackson quer concerto de tributo

A família de Michael Jackson vai organizar uma conferência de imprensa na próxima segunda-feira em que deverá anunciar a realização de um concerto de homenagem ao rei da pop, noticia o jornal Los Angeles Times.

O espectáculo, cujos lucros reverterão a favor de instituições de caridade norte-americanas e britânicas, poderá focar-se em Thriller, o álbum lançado em 1982 e que se tornou no mais vendido de sempre.

Todos os detalhes sobre o tributo serão revelados numa conferência de imprensa que contará com as presenças da mãe de Michael Jackson, Katherine, bem como alguns dos irmãos do cantor: Marlon, Tito, Jackie e LaToya.

Michael Jackson morreu há dois anos, vítima de paragem cardíaca provocada por uma mistura letal de analgésicos. O médico pessoal do artista, Conrad Murray, está acusado de homicídio involuntário num julgamento que deverá ter início a 8 de Setembro.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Royal Concert Brunei completa 15 anos …”E o mais importante eu amo Brunei!”

Por: Bluesaway : "16 de julho de 2011, marcam 15 anos de um dos concertos mais especiais de Michael Jackson. Eu queria compartilhar esse artigo, traduzido do MJJ revista Magazine, na qual há uma revisão do concerto, anedotas sobre algumas questões e algumas fotos
e vídeos apenas no caso alguém não tenha visto ainda."


MICHAEL JACKSON
Jerudong Garden Park. 16 de julho de 1996.

No 50 º aniversário do sultão de Brunei, permitiu que o parque, inaugurado em 1995, com capacidade para 27.500 pessoas.
Jerudong Park é o parque maior e mais caro no sudeste da Ásia, construído pelo governo de Brunei, a um custo de 1000 milhões de dólares .
Michael Jackson realizou este concerto,com entrada gratuita na capital do Brunei, Bandar Seri Begawan, com capacidade para 60.000 pessoas .

O concerto foi em homenagem ao Sultão de Brunei, Hassanal Bolkiah,no seu aniversário de 50 anos com a assistência da família real, mas o Sultão não compareceu. Michael Jackson voltou no mesmo ano, 31 de dezembro, para oferecer uma outra turnê a HIStory, também com entrada franca.
A celebração foi uma das festas mais caras já oferecida. O destaque do que foi o concerto foi dado por MJ, enquanto desfruta do mesmo, aos convidados foi servido caviar e champanhe.

Michael ficou em uma das 30 casas de hóspedes do palácio do sultão e o resto da equipe se hospedaram em hotéis. Segundo rumores, Michael recebeu US $ 16 milhões por esta atuação.
MJ realizou para a família real alguns anos mais tarde, no dia do aniversáriode 25 anos do príncipe Azim , uma festa particular em um hotel em Londres em 2007.

O CONCERTO


Este concerto estará para sempre na memória como o mais especial e único de Michael Jackson. Dois meses antes de iniciar a HIStory World Tour, ele ofereceu uma mescla entre a anterior Dangerous Tour , e uma previa da seguinte a HIStory World Tour.

O setlist foi diferente,ele mudou a coreografia, cenário diferente e um desempenho de qualidade genuína fazem deste um concerto dos mais procurados pelos fãs nos últimos 15 anos. Aqui está uma revisão das música do concerto. Jam a música e figurinos pertencem à segunda rodada da Dangerous Tour. A versão em vídeo inclui muitos mais adlibs na versão áudio.



Tudo sobre este show é especial, a lista das músicas, figurinos, maquiagem e estilo de cabelo de Michael a sua voz e seus passos de dança.

Devemos lembrar que em Brunei ele teve que modificar certos movimentos devido às leis rigorosas sobre gestos sexualmente explícitos. Como resultado, Wanna Be Starthing Somenthing deveria ter sido chamado: ‘Wanna Be Censoring Somenthing’, porque Michael teve que mudar a coreografia para não tocar suas partes íntimas. Além disso, durante os primeiros dois minutos da canção, o efeito de fumaça cobre todo o cenário de branco, mas … o show tem que continuar!



Human Nature continua muito suave oferecendo um Michael relaxado improvisando uns movimentos robóticos


Whay Whay,
Tell them that it’s human nature…


Smooth Criminal foi apresentado como na Dangerous Tour, a mesma roupa e o mesmo palco com três grandes cortinas brancas projetando as sombras dos dançarinos.



O melhor desempenho do concerto foi I Just Cant Stoping Loving You, sem dúvida (embora há diversidade de pontos de vista e há apenas a opinião de quem revisou o concerto).

Nesta ocasião,o dueto não é com Siedah Garrett, mas uma cantora nova e brilhante, Marva Hicks. Quando ela canta seus versos, Michael parece impaciente por cantar a sua parte, tanto que parece que vai a cantar os versos dela também!

Que é quando ele faz este gesto tão divertido com um rosto como quem diz: “Por que você não deixe-me cantar".

No entanto, ambos estão em completa sintonia um com o outro e cantam como muito sentimento (sua linguagem corporal demonstra isso definitivamente !)



"Muito lindo para que se acabe" deve ter pensado Brad Buxer, diretor musical da banda de Michael, que se esqueceu de parar a base da música no momento em que devia fazer. Michael, o perfeccionista, foi pego de surpresa, assim como Marva, mas continua a cantar o refrão de novo e imediatamente ele volta-se para Brad cantando: “Brad, watcha gonna do?What are you gonna do?! Ye-Yea!!“(Brad, o que você faz? O que você está fazendo?).

Além de sido muito divertido, este é um exemplo claro do incrível talento e habilidade de Michael, tornando um momento de risco em questão natural , cantando uma repeensão como um verso da canção, poucas pessoas perceberam o erro de Brad. Michael um gênio puro!


Uma das poucas vistas do parque podem ser vistos durante I’ll be there, quando Michael é filmado por trás do palco. O filme nos permite ver uma vista maravilhosa do parque iluminado à noite com todos os carrosséis brilhando … parece que Michael estava cantando em Neverland …



A voz de Michael é clara e vibrante, é triste saber que a última vez que ele cantou ao vivo Beat It e Billie Jean, Human Nature, I Just Cant Stop Loving You, Shes Out Of My Life, Man In The Mirror foram última cantada aqui até os ensaios de This Is It (Sem contar os concertos MJ and Friends e United We Stand).

Por outro lado, este é o único concerto que Earth Song é cantada Acappella com um final emocionante … (sem contar sua atuação no Word Music Awards, poucos meses antes).

Como cenário para este concerto não está totalmente equipado, Thriller perdeu alguns detalhes sobre a versão da Dangerous Tour. O cemitério com os túmulos não estão lá nem a trasnformação de Michael em um lobisomem por trás dos cenario …!


Uma das grandes atuações do concerto é o clássico Billie Jean. De fato, um dos melhores em sua vida: vivo, enérgico e perfeito. Há reminiscências dos maravilhosos dias de Bad Tour , por várias razões: os movimentos, os close-up, estilo do cabelo, moonwalk e a voz de Michael.

Curiosamente, enquanto nós estamos acostumados á ver os fãs gritando e lutando para obter o fedora jogado para a platéia no final da canção, neste show em Brunei os frequentadores permanecem sentados e tranquilos , felicitando calmamente o afortunado que agarrou seu chapéu e sem nenhum esforço!



Os figurinos neste concerto são únicos. Michael usa o fedora preto no início de The Way You Make Me Feel, e também canta a canção com a mesma introdução que cantou no Grammy Awards de 1988, depois de jogar o chapéu ele tem que se afastar porque ele está muito próximo do centro do palco onde está dançando. Marva faz seu papel como “A garota linda com seus saltos altos” e flerta tanto com Michael que ele se adianta na final pose.


O penteado Michael é obviamente diferente daquela realizada na Dangerous Tour. E neste concerto experimentou pela primeira vez em Beat It o “look selvagem” mantendo durante toda a HIStory Tour.

Michael começa a música na grua mas a viagem é curta e parece não ter sido pré-testado bem ... melhor sair antes que seja tarde demais! Distraído por esta mudança Michael esquece o primeiro verso da canção e canta palavras sem sentido criando rimas nunca ouvida antes! Enquanto isso muitos fãs gostaram da nova letra …



A próxima música é You Are Not Alone. Ele usa a mesma camisa do vídeo oficial semi - transparente e calças pretas. Ele não usa as calças douradas somente em seguida na HIStory Tour. Nenhuma garota sobe ao palco porém uma senhora muito calma tinha abraçado Michael em Shes Out Of My Life.


A seguinte é Dangerous, a música mais coreografada de todas as que Michael faz ao vivo. A mesma coreografia no MTV, VMA Prêmios 1995.

Nota Curiosa: Antes de atirar o dançarino ao chão Michael esqueçe de tirar o cigarro da boca dele ! (Na verdade vendo o vídeo Michael não alcança o cigarro)



Para Black or White, Michael usa a armadura dourada nas pernas que levará na turnê HIStory, e oferece um desempenho poderoso. É a mesma encenação caótica da turnê anterior, com alguns membros da banda tocando violentamente e Michael saltando.




A música por excelência de Michael é Main In The Mirror, todos poderiam concordar. Durante este concerto, podemos verificar totalmente, como Michael coloca todo o seu coração, rodeado por todas sua banda, bailarinos e coro o Rei do Pop canta esta música ao estilo clássico da Bad Tour com uma grande dose de adrenalina, criando uma emoção crescente dentro e fora do palco.


O show termina com Earth Song, Michael continua a ser o mesmo traje da música anterior, camisa branca com listra vermelha sobre os ombros e calças pretas. Antes de iniciar a canção ele faz uma homenagem à família real com um breve discurso:


“Eu gostaria de agradecer a Vossas Majestades, Sua Alteza Real, a Família Real e o povo de Brunei por permitir-me o privilégio de atuar para vocês, e um agradecimento especial ao príncipe Hakeem para organizar esta festa. E o mais importante … Eu amo Brunei! “


A canção é cantada pela primeira vez no palco, talvez seja a razão para não usar a grua. Michael canta todos os “What about” enquanto caminha pelo palco, após isso , se aproxima do microfone com uma expressão cansada e começa uma surpreendente Acappella no final só com o piano e as palmas do público. Se você não ficar arrepiado nesta audição não pode ser chamado de fã !




Filhos mais velhos de Michael Jackson caminham por Los Angeles

Prince e Paris Jackson, filhos mais velhos de Michael Jackson, caminharam pelas ruas de Los Angeles nesta quinta-feira, 21.

Juiz descarta isolar jurados no caso Michael Jackson

Conrad Murray (Foto: AP)

Advogados do médico de Michael Jackson pediram na quarta-feira (20) a um juiz que considere a hipótese de submeter a isolamento os jurados que irão avaliar as acusações de homicídio culposo na morte do cantor.

Mas o juiz responsável pelo julgamento, que deve durar pelo dois meses, afirmou que não acha isso necessário, e disse que o Judiciário de Los Angeles provavelmente não teria como arcar com tais custos.

O julgamento do médico Conrad Murray, acusado de administrar a dose letal de analgésicos que matou Jackson em 2009, deve começar em 8 de setembro. Advogados dele disseram que a intensa cobertura do caso na imprensa poderia influenciar os jurados.

Recentemente, um caso de grande repercussão na Flórida terminou com a absolvição de Casey Anthony, que era acusada de assassinar sua filha de dois anos.

Em geral, os jurados são orientados a não assistirem ao noticiário relacionado aos processos que estão avaliando. Mas nem mesmo em Los Angeles, uma cidade saturada pela mídia, é comum que eles sejam colocados em isolamento.


"This is it"
O juiz Michael Pastor também disse na quarta-feira que vai rever as 12 a 16 horas de imagens brutas dos últimos ensaios de Jackson, para decidir se elas devem ser exibidas aos jurados.

Os promotores querem incluir esse material no processo porque ele supostamente mostra que o cantor estava bem disposto antes de morrer, e ansioso por iniciar uma série de shows que deveria fazer em Londres. Parte das imagens foi usada no documentário póstumo "This is it".

Murray declarou-se inocente da acusação de homicídio culposo. Ele pode ser condenado a quatro anos de prisão.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Juiz decide hoje pedido de adiamento no início do julgamento de Murray

A Los Angeles County juiz deverá decidir hoje um pedido para atrasar o início do julgamento de homicídio culposo do médico de Michael Jackson.

O julgamento já foi adiado duas vezes desde que o Dr. Conrad Murray invocou seu direito a um julgamento rápido depois de sua acusação em janeiro.

O legista de Los Angeles determinou a morte de Michael, em 25 de junho de 2009, por uma overdose do anestésico cirúrgico propofol, combinado com outras drogas.

As autoridades afirmam que Murray, que foi contratado como médico pessoal de Michael quando MJ estava se preparado para shows em Londres. O advogado de defesa do médico, Ed Chernoff, afirma que Michael era “um homem desesperado em muitos aspectos” e entregou-se a dose fatal da anestesia cirúrgica, enquanto o médico não estava do seu lado.

E seleção do júri que estava em andamento em maio, quando a defesa solicitou um atraso para poder ter mais tempo para se preparar para novos peritos contratados pela acusação. O juiz da Corte Superior de Los, Michael Pastor, em seguida, liberou centenas de jurados e reagendou o julgamento para começar em 08 de setembro.

O vice-promotor David Walgren disse em junho que a promotoria precisou de mais três semanas para se preparar por causa de “problemas de agendamento.” Os advogados de defesa não se opuseram à mudança da seleção do júri para o final de setembro.

Também em junho, o juiz aprovou um plano para permitir que os advogados de defesa e promotores pudessem ver dezenas de horas de filmagem dos últimos ensaios de Michael. O vídeo foi comprado pela Sony Pictures para o seu filme “This Is It”.

Nesta quarta-feira, os advogados devem apresentar ao juiz quanto do vídeo querem usar.


Créditos: MJNEWSALERTS

terça-feira, 19 de julho de 2011

- Como Michael amava suas fãs

Ben Evenstad e Michael acabaram tornando-se amigos


Existem controvérsias sobre qual foi o fótógrafo que fez a última foto de Michael Jackson. Algumas fontes citam que foi Ben Evenstad mas o próprio Evenstad desmentiu ter sido ele. Polêmicas a parte, o artigo de Michael Joseph Gross fala sobre a perseguição imposta a MJ pelos paparazzos e, em especial sobre dois deles que acabaram por construir uma relação de proximidade com os fãs.

É visível toda forma de estratégia para “colar” no Rei do Pop, pois, como diz Evenstad “existe sempre dinheiro para ser feito com Michael” e, se esses fotógrafos tornaram-se mesmo seus fãs, como querem nos fazer crer, não nos compete julgar.

Até mesmo o autor desse texto, em seu livro Starstruck – sobre a complexa relação das celebridades com seus fãs – não poupa críticas a MJ, a quem chama de desastre americano.

Aqui, neste trabalho postmortem, como numa espécie de “mea culpa”, ele apresenta um Michael Jackson a quem já conhecemos bem, capaz de respeitar e amar seus fãs, como nenhuma outra estrela foi capaz de fazer, numa reciprocidade e sintonia tão fortes que fazem dele, a cada dia, o artista mais amado de todos os tempos. Vale a pena conferir e se transportar para junto do privilegiado grupo de fãs que seguia Michael por todos os lugares do mundo.


Por Michael Joseph Gross (1)

A equipe de paparazzo que tirou a famosa última foto de Michael Jackson tinha colado no Rei do Pop, tanto com ou sem câmeras durante anos, acompanhando em frente à sua porta e tendo grande proximidade com seus fãs mais fervorosos. Em entrevista exclusiva, eles contam como se deu o jogo dos flashes ao redor do mundo.

Christopher Weiss quer ser um médico, mas ele não é, à primeira vista, um candidato ideal para a escola médica. Ele foi para a faculdade e tinha notas medíocres e então ele passou a maior parte da próxima década tentando refazer-se de sua juventude irresponsável. Obtendo seu diploma de bacharel na USC (University of Southern California / Los Angeles), fazendo pesquisas de laboratório sobre câncer de mama, funcionando como um E.M.T. (Técnico de Emergências Médicas), e obtendo a sua licença de paramédico aos 29 anos, lentamente construiu um currículo que poderia impressionar as bancas de admissão.

Mas ele sempre se preocupou com o fato de que não estava poupando o suficiente de sua renda para que pudesse quitar os débitos da faculdade. Então, seu amigo de infância Ben Evenstad, também com 29 anos, ofereceu a Weiss uma chance de fazer um bom dinheiro.

Quando Evenstad, tornou-se o co-fundador da agência fotográfica Nacional Photo Group, ele contratou Weiss e ensinou-lhe como ser um paparazzo. Embora Weiss dissesse não estar muito interessado em celebridades, ele chegou a apreciar o trabalho, especialmente quando começou a clicar Michael Jackson. “Desde a primeira vez que o vi pessoalmente, no Barnes & Noble (2), quando ele estava usando band-aids no rosto, fiquei fascinado”, disse Weiss. Seu chefe, Evenstad, compartilha o fascínio: “Como um paparazzo, você passa a maior parte de seu tempo perseguindo símbolos sexuais, mas MJ foi diferente, quase como um personagem de Howard Hughes (3)“, diz ele.

“Com o mistério das máscaras e os guarda-chuvas, achei que Michael era muito mais interessante do que qualquer outra celebridade, e ele tem os fãs mais interessante do que qualquer outra celebridade – o grupo, em sua maioria são mulheres – que iria segui-lo em todo o mundo.

Se ele ia para a Irlanda, França, Bahrein, Neverland, eles estavam lá. As mesmas pessoas.

Evenstad começou como uma paparazzi em 1999 (ele também era um colecionador profissional de autógrafo na época), e ele trabalhava para uma agência de fotografia que questionou a quantidade de tempo que ele passou correndo atrás de Jackson, durante um período em que as fotos do cantor não estavam dando um retorno de preços compensadores.

'Nenhuma celebridade tinha o que ele tinha, e eu queria descobrir o porque' ( Ben Everstad )


Não foi até 2003, quando, com seus seus problemas legais, que as suas fotos ruins começaram novamente a valer muito mais “, diz Evenstad. Embora isso possa parecer auto-justificação, é a sério. Tenho conhecido Evenstad por oito anos, eu escrevi sobre ele por “The New York Times Magazine, em 2001, e desde o dia que nos conhecemos, ele chamou Jackson como seu desafio preferido. Os fãs mais devotos de Jackson reconheceram em Evenstad um entusiasta companheiro e eles desenvolveram uma relação mutuamente benéfica, trocando dicas entre si sobre as idas e vindas do cantor.

Mesmo sendo adepto do uso de máscaras, Michael não tinha medo do contado físico com suas fãs, ao contrário, sempre distribuía abraços calorosos, beijos e 'selinhos', que deixavam as garotas loucas.


A “National Photo Group” procurou desde o início ser a agência de Michael Jackson, disse Evenstad. “Há sempre dinheiro para ser feito com Michael, então nós começamos a clicá-lo todos os dias.” No outono passado, quando Jackson se mudou para o Hotel Bel-Air, em Los Angeles, Weiss Christopher e um outro fotógrafo foram designados para ser, como Weiss coloca , “soldados do sentar”. Ele também fez amizade com o grupo do núcleo de fãs do cantor: a maioria formado por mulheres européias, jovens e atraentes.

Weiss, cuja voz tem a inteligência clara e generosa de um escoteiro, lembra,”As meninas se aninhavam em frente ao portão do hotel, que era o mais próximo dos aposentos de Jackson, sentando muito calmamente para que os seguranças não pudesse encontrá-las. E às vezes Michael iria sair e dizer: _ Olá. Uma vez ele entregou cinco cartas manuscritas que diziam coisas como

“Eu posso sentir a energia de vocês através das paredes. Vocês me inspiram muito. Eu amo todos vocês. Obrigado por estarem lá. Obrigado por serem meus amigos. Obrigado por me amarem. Com todo o amor em meu coração, Michael Jackson.”

Eu sempre fiquei mpressionado por ver o quanto ele parecia se importar com estas garotas.Quando ele abraçava uma delas, ele colocava uma mão em seu pescoço, atrás da cabeça, e a movia muito confortavelmente como você faria com uma pessoa bem conhecida.

As cenas dos abraços e beijos trocados entre Michael e suas fãs ficaram conhecidas em todo o mundo. Nenhum outro artista foi mais generoso e amoroso com suas fãs do que Michael, e nenhum outro artista foi mais amado por fãs do que ele.


A escrita nas cartas tinham um estilo que era pessoal, profundo, florido, ornamentado. Não era simplesmente “Obrigado pessoal. Tenham uma boa noite. Espero que gostem da música.”

Isto também pode soar como um exagero sentimental, mas não é. Passei uma semana com as mulheres que Weiss e Evenstad estão falando, enquanto pesquisava Starstruck , um livro que eu escrevi sobre as relações entre celebridades e fãs.

Michael demonstrava mais preocupação com suas fãs do que com as pessoas envolvidas com a mídia, como jornalistas e fotógrafos. Ele costumava comentar com os jornalistas que queriam entrevistá-lo, que não 'precisava aparecer na mídia' mas sim se esconder dela.


Nenhuma estrela foi mais generosa para os fãs (todo membro do núcleo de fãs de Jackson que eu conheci tinha, em algum momento, sido convidado à sua casa para jantar ou para assistir filmes ou sair)

”Para descobrir quem iria receber as cartas que Michael escreveu para o grupo”, disse Weiss, “as meninas criaram um sorteio. Elas escreviam seus nomes em pedaços de papel e os colocavam na minha mochila da câmera, e eu ia tirando e chamando os nomes. A garota que recebia a carta iria levá-la e fazer fotocópias e distribui-las a todas as outras. ”


Capa Ofical


Capa definitiva da edição brasileira de "Dancing The Dream", a Dança dos Sonhos.


Créditos: MJ Beats

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Bambi Awards 2002

Bom, galera pra continuar no clima da história ai em baixo, colocarei vídeos do Michael recebendo o prêmio na Alemanha em 2002.

O primeiro, é ele recebendo o prêmio;
(onw *-* é tão bonitinho ele se desculpando pelo óculos e quando coloca ele HUSAHS)


Já o segundo é ele nos bastidores do prêmio. (Um pequeno detalhe o FDP' do Martin Bashir tá junto com ele, provavelmente ele já estava fazendo aquele documentário Live Whit Michael)


(cada risadaa liinda *-*)

Beijacksoons a toodos vocês ! \õ
AAAOOOOW !

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Um dia frio de inverno em Berlim

Em novembro de 2002, Michael Jackson viajou a Berlim para receber o prêmio Bambi. Eu e uma amiga fomos para o seu hotel, e apesar do frio de morrer, centenas de fãs de toda a Europa e do outro lado do oceano o esperava. Toda vez que ele olhava pela janela, todo mundo gritava e acenando,tremulando suas bandeiras, mostrando-se feliz, foi uma sensação incrível. Michael só poderia criar essa atmosfera que vivemos em frente a este lindo hotel Adlon perto do Portão de Brandemburgo.

Chegamos no hotel na manhã de 21 de novembro e esperamos muito tempo com um frio de morrer Ao meio-dia, após levantar-se, Michael foi imediatamente na janela para saudar e brincar com os fãs, ainda vestindo pijamas.

Continuamos a ensinar nossos banners e apontadores. Nós o vimos explicar alguma coisa para seu guarda-costas, que apareceu alguns minutos mais tarde no lobby do hotel e nos disse paraentrarmos. Eu estava nervosa e exitada o mesmo tempo, porque eu sabia que algo grande estava para acontecer! Na verdade eu nunca esperava encontrar Michael porque creria que isso fosse impossível. Felizmente eu não tive muito tempo para pensar sobre isso, porque poucos minutos depois já estávamos fora da porta do quarto de Michael.

Fomos recebidos, e desde o primeiro momento percebemos o quão bonito, sincero, engraçado e doce que ele era. Ele percebeu que era a primeira vez que o viamos e acho que fez questão de nos fazer sentir confortável. Nós não sentimos a distância entre e o fã e o superstar. Ele brincou e sorriu muito, era muito simples. Michael convidou-nos mesmo a sentar em seu sofá, ele nos pediu algumas coisas sobre as bandeiras que tínhamos feito, gentilmente nos deu autógrafos – até mesmo seu guarda-costas disse-nos se queríamos assinar algo para lhe dizer.

E Michael não se importava que levamos muitas coisas para quais autografou para os meus amigos. Nós nos abraçamos e foi tão aberto como a ensinar o seu filho Prince. Quando um amigo, que estava na rua e não estava conosco, me chamou por telefone, entreguei -a Michael para dar-lhe uma surpresa. Ele assim o fez e falou com ela. Foi simplesmente incrível.

A porta da varanda estava aberta naquela sala enquanto nós estávamos lá e, às vezes podíamos ouvir os gritos dos fãs dizendo “Sony Sucks” chupa-Sony (a que Michael se juntou na sala e repetia) ou simplesmente chamando a olhar da janela. Foi muito divertido!

Porque nós estavamos á cantar com outros fãs na rua nos dias anteriores, quando Michael olhou para fora várias vezes, não poderíamos deixar de sentir tão animado como eles, mas agora estávamos lado de Michael olhando para fora. Deveria ter visto a sensação na rua e o que estava acontecendo entre a gente.

Minha amiga e eu nunca vamos esquecer esses 20 minutos que passamos com Michael e estamos muito gratos pelo amor e a experiência oferecida.

Graças Michael! Eu quero … mais!

Por Agnes Spett, Hungria


quinta-feira, 14 de julho de 2011

Vaza a versão instrumental da música "Men In Black"

Esta música faz parte do baú de arquivadas do álbum "Dangerous". Baú secreto de Michael Jackson.

A música tem uma batida bem dançante, lembra um pouco de scream com uns efeitos digamos modernos e bem Invincible.

Esta canção pode sair em um novo álbum de Michael Jackson, claro, com uma versão editada da que estamos a ouvir.

Ouça e faça o download AQUI


Livro de poesias de Michael Jackson será publicado no dia do aniversário do astro

Em janeiro do ano passado, sete meses depois da morte do astro Michael Jackson, a poetisa e editora Thereza Christina Motta foi apresentada ao livro A dança dos sonhos, única obra de poemas do músico (que também reúne fotografias, pequenas reflexões e letras de música, com prefácio de Elizabeth Taylor). “Percebi que a obra havia sido esquecida pelas grandes editoras, só os fãs de verdade sabiam de sua existência, e apostei na publicação. Talvez essa ausência tenha se dado pela dificuldade de tradução. Como eu sou poeta e tradutora de poesia, resolvi encarar o trabalho”, conta a dona da Ibis Libris, por onde vai sair a publicação bilíngue, que trabalhou seis meses na versão dos textos para o português.

Michael Jackson: reflexões e poesia

Lançado originalmente em 1992, o livro foi apresentado a Thereza pelo DJ King, o Leo Lapagesse, admirador do cantor desde a infância, e os dois dividiram a compra dos direitos da editora americana do livro. Agora, é labutar para viabilizar o lançamento, que vai sair de qualquer jeito, e já está marcado para o dia 29 de agosto, aniversário do músico. Haverá apresentação do sósia Nikki Goulart, e do DJ King nas carrapetas, tocando sucessos inesquecíveis como Thriller e Billie Jean.

Capa: Créditos


Por enquanto, os produtores estão se mobilizando no site de incentivo coletivo movere.me (www.movere.me), oferecendo recompensas para os incentivos que vão de R$ 10 (versão em pdf do livro) a R$ 300 (seis livros A dança dos sonhos na versão ilustrada). Caso não seja alcançado o valor de 56 mil, a editora vai comandar um esquema de impressão por demanda.

Filhos de Michael Jackson vão à igreja vestidos de forma impecável

Os filhos de Michael Jackson vestiram suas melhores roupas para ir à igreja, em Los Angeles, no último domingo (10).

Paris estava com um vestido bordado, enquanto seus irmãos Prince e Blanket estavam de terno.

Não se sabe ao certo qual a religião dos filhos de Michael. A avó, que detém a guarda das crianças, é Testemunha de Jeová e um dos tios segue o islamismo.

Dizem que Michael também havia se convertido ao islamismo, mas seu funeral não seguiu as tradições da religião, por isso presume-se que se trata apenas de um boato.

Na semana passada, dois paparazzi foram presos por ultrapassarem o farol vermelho de um cruzamento de Los Angeles, na tentativa de clicar Paris.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Justin Bieber é um ‘ninguém’, comparado a Michael Jackson

O cantor canadense de 17 anos, não conseguiu sequer um quarto do que o Rei do Pop conseguiu.

Justin Bieber pode ser uma sensação no YouTube ou nas redes sociais. Mas sua carreira não teve sequer o impacto que o grande Rei do Pop teve na sua época.

E aqui está uma grande diferença: o impacto do caso de Bieber é apenas com sua base de fãs, no entanto, Michael foi capaz de fazer gerações gostarem de ver as seus vídeos inovadores e ouvir todos os seus discos.

Além do fato evidente, as diferenças entre as vendas do Rei do Pop e Justin Bieber são enormes. Claro, Justin está apenas começando sua carreira, mas, dada a figura de mídia na qual tornou-se, ele deveria vender mais.

E por falar em músicas: Michael Jackson durante sua carreira teve 13 canções que foram número 1 na Billboard Hot 100, enquanto Justin Bieber não tem absolutamente nenhuma canção colocada nessa posição.

Então não seria um pouco ridículo chamar Bieber de, "Rei do Pop"?



( ah concertezaa, MICHAEL IS THE BEST \õ)

HISTORY TOUR




Turnê mundial de Michael Jackson
Localização Europa , África , Ásia , Oceania , América do Norte
Album associados HIStory e Blood on the Dance Floor (*)
Data de início 7 de setembro de 1996
Data final 15 de outubro, 1997
Pernas 2
Shows 82





A HIStory World Tour foi a terceira (e a última) turnê mundial em carreira solo do megastar americano Michael Jackson, em suporte de seu nono álbum de estúdio solo, HIStory, de 7 de Setembro de 1996 a 15 de Outubro de 1997. A turnê visitou a Europa, Ásia, África e América do Norte, em 82 apresentações, para mais de 4,5 milhões de fãs; Ao arrecadar $207 milhões — visitando 58 cidades, de 35 países em 5 continentes —, a turnê HIStory é reconhecida como a turnê de maior arrecadação por um artista masculino solo, em todos os tempos.






Royal concerto em Brunei
Antes da turnê, Jackson realizou um concerto gratuito no Parque Jerudong Amphitheatre em Bandar Seri Begawan, Brunei em 16 de Julho de 1996, com a participação de 60 mil em todo o parque. O show foi em comemoração ao qüinquagésimo aniversário da Hassanal Bolkiah , sultão de Brunei e contou com a presença da família real Brunei.
Grande parte do concerto de assemelhava Jackson Dangerous World Tour , incluindo o seu equipamento e o set list, mantendo os detalhes da HIStory Tour próximos um segredo perto. O show também marcou a estréia ao vivo de " You Are Not Alone "e" Earth Song ", bem como as últimas apresentações do" Jam "," Human Nature "," Eu simplesmente não posso Stop Loving You "e" Ela está fora da Minha Vida "em um concerto de Jackson. Este concerto marcou também a última performances de "Billie Jean" e "Beat It" sendo cantada viver plenamente; performances subseqüentes foram parcialmente playback.
A alta qualidade de gravação soundboard bootleg do show foi vazada na Internet. No entanto, foi editado e é um dub som diferente. A má qualidade do VHS cópia também foi vazado.




As Mudanças
Jam teve um final mais curto que o habitual.
Alguns de ritmo da música era lenta, como Billie Jean , que tinha instrumentação semelhante ao turismo SUA história.
Eu simplesmente não posso Stop Loving You foi realizada com Marva Hicks , em vez de Siedah Garrett .
No meio do Eu simplesmente não posso Stop Loving You , Michael quase cantou parte de Marva. Além disso, Marva perdeu sua sugestão para sair. Portanto, Eles cantavam um coro extra.
A Way You Make Me Feel substitui " Workin Day 'e Noite ".
" You Are Not Alone "substitui" Will You Be There ".
Em Beat It , Michael cantou a letra errada no segundo verso. Além disso, ele jogou o paletó no final, o que fez em sua história de turismo.
De 1995 MTV Video Music Awards versão do Dangerous substitui americano Music Awards Version.
Michael usava as pastilhas de ouro shin em Black or White , em vez do preto.
Heal the World não foi realizada, mas estará presente na HIStory Tour.
Man in the Mirror terminou com uma chamada de cortina, em vez do finale Rocket Man.
Earth Song foi um encore.
Houve performances passado por Jackson de " Jam "," Eu simplesmente não posso Stop Loving You "e Jackson 5 Medley (até o This Is It Tour) e " Ela está fora da minha vida ".

Anúncio de turismo
O nascimento do Reino International, uma joint venture entre Jackson e Príncipe HRH Al-Waleed bin Talal , o sobrinho do bin Fahd Abdul Aziz , o rei da Arábia Saudita 1982-2005, foi anunciada em uma conferência de imprensa realizada no Palais des Congres em Paris, França em 19 de Março de 1996. Reino Internacional permitiu oportunidades a serem criadas e desenvolvidas na indústria do entretenimento. Nesta conferência Jackson disse "Kingdom International é um sonho tornado realidade". Foi então anunciado que Jackson iria embarcar em sua turnê solo de terceiro mundo. Ao contrário de Jackson nos últimos dois, a sua turnê história não foi patrocinado pela Pepsi-Cola .




Primeira Parte
Jackson começou a turnê com um concerto no Parque Letna , em Praga , um dos maiores concertos de Jackson único atendidos em sua carreira. Em 07 de outubro de 1996, ele executou para a primeira vez na África em frente de 60.000 fãs em Tunis , em uma turnê solo. Durante a parada da turnê em Sydney, na Austrália , ele se casou com sua ex-mulher,Debbie Rowe em uma cerimônia privada e de improviso. Ele foi entrevistado entrevista por Molly Meldrum Em Brisbane . Em 3 de janeiro e 4, 1997 Jackson só realizou dois concertos naAmérica do Norte . Ele não executar no continente EUA, mas sim em Honolulu, Hawaii no Aloha Stadium para uma multidão de 35.000 cada um. Enquanto em Amsterdam , Michael vestiu uma jaqueta raro que foi utilizado durante " Suspense ".

Segunda Parte
A segunda etapa começou em 31 de maio de 1997 no Weserstadion , em Bremen, Alemanha . Mudanças set list inclui a adição de Blood on the Dance Floor e, posteriormente, a remoção do Off the Wall e Medley " The Way You Make Me Feel ". Depois, foi só durante o primeiro concerto em Bremen que Jackson vestia uma jaqueta vermelha para Blood on The Dance Floor, que mais tarde foi substituído com um uniforme azul. " Blood on the Dance Floor ", foi retirado da lista definida após o concerto em Copenhague em 29 de agosto de 1997. Além disso, Jackson realizado no Estádio Parken em seu aniversário de 39 com 50.000 torcedores. Ele foi presenteado com um bolo de aniversário surpresa, da banda, e fogos de artifício no palco antes do Jackson 5 Medley. Filmagem Pro disto é encontrado nos filmes de Michael privadas casa. Um concerto era suposto ter lugar em 7 de agosto, em Ljubljana, Eslovénia , mas foi cancelado devido à fraca venda de ingressos (este foi o único concerto que foi cancelado durante a turnê). O concerto no Hipódromo Wellington de Ostend, na Bélgica era para ser realizada em 31 de agosto de 1997, mas foi adiada para 03 de setembro seguinte Princesa Diana morte 's. Durante o 03 de setembro o público de concertos eram obrigados a ser colocado em "gaiolas". Começando com este concerto, vários dos concertos finais começaram com tampa de Jackson de Charlie Chaplin 's Sorria que está sendo jogado para trás, e uma imagem de Diana na jumbotron para algumas partes do concerto. Além disso, Michael geralmente executa " Billie Jean ", com seus cabelos em um rabo de cavalo, mas durante a segunda etapa da HIStory Tour, em um concerto em Amesterdão , Michael realizado todo o " Billie Jean "número com o seu cabelo para baixo. Vídeo amador do show podem ser encontrados na internet. Em Munique , em 6 de julho, durante o " Grito "sua jaqueta acidentalmente abriu. No mesmo concerto a câmera permite que você veja todas as pequenas coisas acontecendo como o Michael vai no guindaste entre " Suspense "e" Beat It "ou Michael em seu caminho nos bastidores com Michael Bush , sua figurinista. Às vezes, no final de " HIStory "Michael passou pelo chão. Mas na maioria das vezes fui até os bastidores. A mesma coisa aconteceu com a câmera entre Thriller e Beat It, em Amesterdão em 10 de junho e permite que você o vê saindo da parede e subir a escada para o guindaste e depois de iniciar a música quando ele está completamente no guindaste e quando a escada é fora do caminho e levado através da parede onde Michael e Michael Bush veio. Foi também trabalho de Bush de colocar a escada no e levá-la de volta. Ele também teve de sinal das máquinas quando Michael é segura em cima do guindaste e pronto. Normalmente Michael realiza Stranger in Moscow com seu casaco aberto, mas a partir do Bremen 31 de maio concerto para Amsterdam 10 de junho, ele cantou a música com o seu casaco fechado.

Setlist

[editar]1º parte
Gates of Kiev (Abertura)
1. 'Human Heat' Medley
'Scream'
'They Don't Care About Us'
'In The Closet'
2. "Wanna Be Startin' Somethin'"
3. "Stranger In Moscow"
4. "Smooth Criminal"
5. "You Are Not Alone"
6. "The Way You Make Me Feel" (*)
7. 'Jackson 5' Medley
'I Want You Back'
'The Love You Save'
'I'll Be There'
8. Off the Wall Medley(*)
'Rock With You'
'Off The Wal'
'Don't Stop 'Til You Get Enough'
9. "Billie Jean"
10. "Thriller"
11. "Beat It"
12. "Come Together"
13. "D.S."
14. "Dangerous"
15. "Black Or White"
16. "Earth Song"
17. "Heal The World"
18. "HIStory"
(*) Também apresentado em alguns shows da 2ª parte

2º leg
Smile instrumental (À partir de 03/07/1997, em homenagem à Princesa Diana)
Gates of Kiev (Abertura)
1. 'Human Heat' Medley
"Scream"
"They Don't Care About Us"
"In The Closet"
2. "Wanna Be Startin' Somethin'"
3. "Stranger In Moscow"
4. "Smooth Criminal"
(Video Interlude)
7. "You Are Not Alone"
'Jackson 5' Medley
'I Want You Back'
'The Love You Save'
'I'll Be There'
(Video Interlude)
8. "Billie Jean"
(Video Interlude)
9. "Thriller"
10. "Beat It"
11. "Blood On The Dance Floor"
(Video Interlude)
12. "Dangerous"
13. "Black Or White"
(Video Interlude)
14. "Earth Song"
15. "Heal The World"
16. "HIStory"

Informações da canção
" Blood On The Dance Floor "foi retirado do show em Viena (02 de julho) e executado com um casaco vermelho em Bremen (31 de maio).
" Dangerous foi retirado do show em Tóquio (20 de dezembro) e Manila (08 de dezembro).

Todos os shows foram filmados profissionalmente por Nocturne Productions, Inc., que filmou todos os tours de Jackson e assuntos privados. Apenas um concerto, de Seul em 11 de outubro de 1996 foi lançado comercialmente em VHS na Coréia. O lançamento do DVD dos concertos de Munique, realizada em 04 de julho e 6 de 1997, previsto para o Natal, mas foi posteriormente cancelado como Jackson não ficou satisfeito com o desempenho.
Uma série de shows cheia, ou quase-total foram transmitidas pela televisão. Pequenas partes de outros shows determinadas (tipicamente o medley de abertura do Grito / Eles Não Care About Us / In the Closet) também foram mostradas nos noticiários de todo o mundo.
O seguinte é uma lista de concertos completa ou quase completa transmitido pela televisão, ou o contrário:

14 de setembro de 1996 - Lia Manoliu Stadium - Bucareste , Roménia
O concerto televisionado pela primeira vez completa e também o terceiro concerto da turnê. Os grandes portões de Kiev introdução foi filmado off-screen para o JumboTron, não uma alimentação direta como a outros concertos. Os ruídos multidão e imagens são os mesmos que os da Dangerous Tour em Bucareste, mas a verdadeira origem destes sons é desconhecida, como o DVD continha imagens de Bucareste Wembley, Madrid e vários outros concertos. O show foi televisionado pela TELE 7 ABC.

Set list: Bucareste
07 outubro de 1996 - El Menzah Stadium - Tunis , Tunísia
Este concerto foi transmitido em 18 de setembro de 2010 pela TV Nessma canal na Tunísia. Esse desempenho marcou a primeira vez Jackson realizada no continente africano. Antes disso, apenas partes do show foram mostrados na televisão, bem como uma qualidade muito pobre amador filmou-longe do palco. A transmissão terminou em "Heal The World", cortando o número final, "HIStory". A qualidade da transmissão foi bastante média, todo o concerto foi em um VHS e transmitido a uma taxa de bits baixa. Um grande logotipo TV spinning Nessma ocasionalmente rolou em toda a tela como um meio de proteção de direitos autorais. O concerto transmitido duas vezes, com a bola vermelha que aparece em diferentes lugares em ambas as transmissões. Durante a primeira transmissão, a barra de rolagem do texto foi colocado na parte inferior da tela de informação dos telespectadores da segunda transmissão.
Set list: Tunis
14 de outubro de 1996 - Estádio Olímpico - Seul , Coréia do Sul
Durante a realização de "Earth Song", Jackson, (que foi até em um Picker Cherry) foi abordado por um fã do sexo masculino coreano que subiu o guindaste apenas para atender Jackson. Michael manteve o homem porque ele tinha um risco de queda. O homem foi então levado por segurança depois que o guindaste foi rebaixado. Este concerto foi lançado comercialmente em VHS na Coréia. Antes do lançamento do Concert Tour 1992 Dangerous em Bucareste este foi o único concerto lançado comercialmente. Apesar de um lançamento oficial das versões que apareceram on-line são vazamentos de má qualidade porque a proteção de cópia do VHS original tem impedido um rasgo de boa qualidade. O intros e finais de algumas canções são cortadas.
Set list: Seul
27 de outubro de 1996 Merdeka Stadium - Kuala Lumpur , Malásia
Performances de "Come Together DS", "Black Or White", "Earth Song", "Heal the World" e "HIStory" não foram broadcast. A transmissão disponíveis ir até "Dangerous". Trechos de 29 de Outubro de concerto (incluindo as músicas acima) também foram lançados durante uma reportagem sobre TV1000 . Porque virilha agarrando é considerado impuro no Islã (Jackson tinha sido expulso dos Emirados Árabes Unidos para este durante a turnê Dangerous), Jackson alterou o seu movimento crotch-agarrando neste concerto. Televisionado pela ntv7 .
Set list: Kuala Lumpur
09 de novembro de 1996 Ericsson Stadium - Auckland , Nova Zelândia
Última conhecido concerto filmado profissionalmente com o "Off the Medley Wall" e última apresentação de "Come Together / DS". Também o desempenho apenas conhecido de "Billie Jean" com um refrão repetido perto do fim da seqüência de dança. Além disso, quando Jackson começou a cantar "Thriller", por um breve momento, a acapella não podia ser ouvida.
Set list: Auckland
17 de novembro, 1996 Sydney Cricket Ground - Sydney , Austrália
Apenas algumas músicas foram transmitidos a partir deste concerto, bem como partes do concerto em 14 de novembro e foram mostradas em um timeslot uma hora na rede nove no início de 1997 (e ​​não de introdução para "Billie Jean"). Nine também mostrou algumas cenas do primeiro concerto nos dias após Jackson morreu, é revelado que ele cantou "Beat It" viver plenamente (a faixa acapella estava com defeito no momento, então Jackson foi obrigado a cantar ao vivo). Apenas algumas horas após a realização última, Jackson se casou Debbie Rowe em uma cerimônia civil em sua suíte presidencial no Sheraton on the Park Hotel. Também em Sydney Michael tinha estréia do filme de seu mais recente filme Ghosts .
Set list: Sydney
08 de dezembro de 1996 Asia World City - Manila , Filipinas
Televisionado inicialmente por GMA Rede . Muitas vezes referida como "HIStory turismo Manila . " Este também foi transmitido pela Singapore 's MediaCorp Canal 5 por volta de outubro de 2006. O Canal 5 fades versão após cada música (não há introdução de Billie Jean), mas está na maior qualidade do que a versão GMA. " The Way You Make Me Feel "e" Dangerous "foi realizada, mas não broadcast, houve um amador trecho de The Way You Make Me Feel filmado e colocado em uma reportagem em Manila.
Set list: Manila
31 de dezembro de 1996 Jerudong Parque Anfiteatro - Bandar Seri Begawan , Brunei
Nunca na televisão, mas conhecido de existir como um item raro promo como com a Royal Concert. Juntamente com o desempenho último, é um dos concertos mais rara conhecida de existir. Colecionadores particulares obtiveram o concerto em VHS em alta qualidade, mas nunca divulgou as imagens de concertos completo; estes fãs tenham permanecido controversa por se recusar a compartilhar este eo Concerto Real com a comunidade de fãs entre outras questões. Em outubro de 2008, uma cópia de má qualidade VCD (também adicionalmente comprimido e marca d'água) foi carregada para a internet por um fã em Brunei que obteve o concerto de uma equipe de palco. A qualidade do vídeo era justo eo som foi mal codificado com um estrondo baixo aparecendo quando o baixo foi jogada. A partir de fevereiro de 2009, os arquivos descompactados e unwatermarked da fonte VCD mesmo tinha sido carregado, embora a qualidade do som ainda é muito pobre. A partir de 2011 este concerto ainda está disponível apenas em má qualidade. A alta qualidade, gravação soundboard-prima é rumores de existir, e é considerado um dos se não o mais raro Michael Jackson bootleg. A partir de 2011, não bootleg audio bom existe. Como a Malásia, a maioria das pessoas em Brunei são muçulmanos, assim crotch-agarrando também foi removido neste concerto e também é obscurecida por ângulos de câmera que são diferentes da maioria dos outros concertos. Este concerto também é observado para o primeiro verso de "Scream" sendo cantada ao vivo. A cortina usado em "Smooth Criminal" e os elevatória para "Beat It" e "Earth Song" não estavam presentes durante este concerto (embora eles estavam durante o Brunei Royal Concert).
Set list: Bandar Seri Begawan
Segundo Leg 1997
04 de julho e 6 de 1997, Estádio Olímpico - Munique , Alemanha
Jackson planejava filmar sobre este concerto para um lançamento em DVD por altura do Natal, assim que os ângulos de câmera mais (incluindo fotos multidão individual) foram usados, eo áudio foi remasterizado depois fortemente para enfatizar a percussão e sons audiência. Este concerto foi também uma experiência precoce por Jackson com Alta Definição câmeras. O lançamento acabou por ser cancelada devido a insatisfação de Jackson sobre a filmagem behind-the-scenes. No entanto, o desempenho foi televisionado extensivamente em muitos países diferentes, tornando-o um dos concertos mais prontamente disponíveis. A versão mais comum é aquele exibido pela Sat.1 e mais outros canais, mas outras versões, como a que foi ao ar na África do Sul (com um pequeno segmento de um concerto em Joanesburgo), e uma versão japonesa com ângulos de câmera alternativo também existem. A maioria das versões também têm sido editadas com um segmento do show em 03 de agosto de 1997 em Leipzig antes do Jackson 5 Medley, onde Jackson fala sobre um inseto no estágio que ele chama de segurança para remover. Uma versão não editada do Concerto de 04 de julho tem os ângulos de câmera originais visto na telões e som original. Dois vídeos amadores de 06 de julho (uma das quais continha imagens de ambos os concertos) também existem. Após a morte de Michael Jackson, este concerto foi re-televisionado pela RTL 5 , que já havia televisionado-lo em seu canal de Veronica.
Este também foi televisionado em Cingapura 's MediaCorp Canal 5 em 2009. Foi também recentemente na televisão na Alemanha ZDF em 24 de junho, com ângulos de câmera alternativo e sendo reproduzidos em 720p HD, e na Austrália sobre o canal de música MAX , no dia 25 de Junho de 2010. Na Malásia , 8TV tinha transmitido o concerto em Agosto de 2009 em conjunto com o Rei do Pop de aniversário, e mostrou-se novamente em 26 de junho de 2010 em conjunto com o aniversário de Michael Jackson a morte de 1.
Set list: Munique

Agosto 14, 1997 Parken Stadium - Copenhagen , Dinamarca
Transmitido por TV1000 e Canal 3. A maioria dos RIPs VHS desta versão que apareceram parecem sofrer de um ruído de vídeo esverdeado e problemas de áudio. Este concerto, juntamente com o concerto de 1996 em Seul, foram televisionados na televisão coreana, em julho de 2009; as músicas "Wanna Be Startin 'Somethin'", "Stranger in Moscow" e "Blood on the Dance Floor" foram editados fora neste novo televisionado versão deste concerto. No entanto, apenas uma versão com baixa qualidade de som foi gravado por um fã. Este desempenho também foi televisionado em Cingapura 's MediaCorp Canal 5 , em pleno no início de 2010, que é a melhor qualidade disponível deste concerto até agora (embora, como acontece com muitas versões anteriores, existem alguns problemas com áudio).
Set list: Copenhaga


16 de agosto de 1997 Ullevi Stadium - Gothenburg , Suécia
Também transmitido pela TV1000 e Canal 3. Este concerto é muito parecido com o concerto de Copenhaga; também a última performance televisiva de "Blood on the Dance Floor" (embora o concerto em Oslo em 19 de agosto foi a última apresentação ao vivo desta canção). Durante o "Scream", o pré-gravados vocal a capella de Jackson não reproduzir. Jackson continuou a lip-sync e dançar até os vocais continuou durante o refrão.

Set list: Gotemburgo
24 de agosto de 1997 Olympic Stadium - Helsínquia , Finlândia
A maioria das versões que apareceram sofrem com o ruído de áudio e de vídeo a qualidade é justo, embora não haja nenhuma marca d'água. A Teaser HIStory é mostrado no final do programa. Este é o desempenho conhecido última cheia de existir em vídeo.




Cancelamentos e Adiamentos
07 de agosto de 1997: Ljubljana, Eslovénia ; CANCELADO
Agosto 31, 1997: Ostend, na Bélgica ; remarcada para 03 de setembro de 1997 (devido à morte da Princesa Diana )
07 de setembro de 1997: Barcelona, ​​Espanha ; CANCELADO
09 de setembro de 1997: Madri, Espanha ; CANCELADO
11 set 1997: Palermo, Itália ; CANCELADO
14 de setembro de 1997: Tunis, Tunísia ; CANCELADO
16 set 1997: Tunis, Tunísia; CANCELADO





Equipe

Vocal / Dançarino / Coreógrafo - Michael Jackson

Banda

Guitarra: Jennifer Batten / David Williams
Bateria: Jonathan Moffett
Teclado: Isaiah Sanders / Brad Buxer
Baixo: Freddie Washington
Backing Vocal: Kevin Dorsey / Dorian Holley / Darryl Phinnessee / Marva Hicks
Diretores
Diretor Vocal: Kevin Dorsey
Diretores Musicais: Michael Jackson / Brad Buxer
Diretor Musical Assistente: Kevin Dorsey

Coreógrafos

Michael Jackson (coreógrafo principal)
Travis Payne (co-coreógrafo)
LaVelle Smith (co-coreógrafo)
Dançarinos
Shawnette Heard
Courtney Miller
Anthony Talauega
Richmond Talauega
Lori Werner
Jason Yribar

Créditos

Diretor Executivo: MJJ Productions
Diretor Artístico: Michael Jackson
Diretora Assistente: Peggy Holmes
Coreografia: Michael Jackson / Travis Payne / LaVelle Smith
Encenação e Projeção: Kenny Ortega
Ajustes: Michael Cotton & John McGraw
Iluminação: Peter Morse
Figurino: Dennis Tompkins & Michael Bush
Cabelos e Maquiagem: Karen Faye
Stylist: Tommy Simms
Gerente Artístico: Tarak Ben Amar
Gerente Pessoal: Gallin Morey Associates
Diretor de Segurança: Bill Bray



sexta-feira, 8 de julho de 2011

A Verdadeira Behind The Mask

Eric Clapton Version



" Behind the Mask "é uma synthpop canção de música eletrônica da banda Yellow Magic Orchestra , escrito por membros Ryuichi Sakamoto e produzido pela primeira vez em 1978 por um Seiko comerciais.

Mais tarde, foi lançado em 1979 como parte da banda Solid State Survivor álbum com letras Inglês adicionado por Chris Mosdell .

A canção foi executada por muitos artistas desde o seu lançamento original. No início de 1980, Michael Jackson escreveu letras adicionais para a música com uma melodia de acompanhamento, que foi gravado por ele mesmo, Greg Phillinganes , Eric Clapton , e Ryuichi Sakamoto (como um artista solo), entre outros.

Michael Jackson Version


Cá entre nós, a versão do Michael é muito melhor *----*

Rita Lee faz dueto com cover de Michael Jackson em Paulínia

Em dueto com um cover de Michael Jackson na música I'm Back, a veterana Rita Lee abriu o Paulínia Fest, primeira edição do festival de música que acontece durante os três primeiros dias do Paulínia Festival de Cinema 2011.

A cantora subiu ao palco já na madrugada desta sexta-feira com visual descolado: camiseta com estampa de caveiras, calça preta, óculos escuros e o cabelo preso com um rabo curto bem no topo da cabeça.

Apresentando-se como irmã de Ozzy Osbourne e tentando imitá-lo, ela perguntou às pessoas se tinham assistido ao filme Corações Sujos, de Vicente Amorim, que abriu o evento, e disse que sempre quis ser uma artista de cinema.
Animada, Rita Lee dançava até quando não tinha música, nos intervalos em que parava para beber água ou tirar alguns dos muitos casacos que colocara para se aquecer na temperatura de 7° C.

Para agitar o público, Rita cantou hits que ficaram famosos em sua voz: Saúde, Ti-ti-ti, Desculpe o Auê, Banho de Espuma, Doce Vampiro, Ovelha Negra, Lança Perfume e Mania de Você. Funcionou.

Durante a apresentação, circularam famosos como Thiago Lacerda, Caio Blat, Ísis Valverde, Tainá Müller, Paulo José, que está no elenco de O Palhaço, dirigido por Selton Mello, e também Juliana Schalch, atriz protagonista de Os Três, de Nando Olival, ambos filmes a serem exibidos em Paulínia.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva