segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Conrad Murray é considerado culpado

Reprodução

Conrad Murray foi considerado culpado por unanimidade da acusação de homicídio culposo de Michael Jackson. A sentença foi divulgada nesta segunda-feira (7), em Los Angeles, nos Estados Unidos.

O médico, que saiu algemado ficará detido a partir de agora, sem possibilidade de fiança, até 29 de novembro, quando deverá ouvir se sua sentença será cumprida realmente em regime fechado ou se sairá sob fiança. De acordo com a imprensa norte-americana, no entanto, Murray não deverá ficar mais de quatro anos atrás das grades.

O juiz afirmou que embora a defesa acusasse Michael Jackson de já ser viciado em remédios para dormir antes da contratação de Murray, ele ainda é culpado por ter permitido que o cantor tivesse acesso a grandes quantidades de Propofol, substância que o matou em 25 de junho de 2009, e também por ter aceitado um salário de US$ 150 mil mensais para satisfazer as vontades do paciente sem levar em conta sua ética médica.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva