quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Justiça veta sites com nomes relacionados ao cantor Michael Jackson


Um comerciante canadense está proibido de manter sites com nomes relacionados ao cantor Michael Jackson. De acordo com o site da Rolling Stone, a medida foi aplicada por um juiz norte-americano, de Los Angeles.

Howard Mann registrou e usou em endereços como “Michael Jackson Secret Vault” e “MJ Gives” elementos protegidos por direitos autorais, como parte da canção “Destiny“, um logotipo com a sombra do cantor e imagens do documentário “This Is It”.

“São claras as evidências de que Mann usou de má fé ao tentar lucrar em cima do nome de Jackson, registrando diversos domínios com seu nome ou com as iniciais ‘MJ’ para comercializar produtos relacionados”, sentenciou o juiz Dean Pregerson.

Mann colaborou com Katherine Jackson, a mãe do cantor, em produtos como “Never Can Say Goodbye”, um livro lançado em 2010, um DVD e um calendário com conteúdos exclusivos sobre Michael. O comerciante vendeu estes itens em um de seus sites afirmando ter adquirido o direito legal da venda após uma falência da família há alguns anos.

Os responsáveis pelo espólio de Michael acionaram a justiça em janeiro de 2011. Uma nova sessão está marcada para o dia 4 de setembro, quando será determinado o valor do prejuízo que a coleção de Mann rendeu ao legado de Michael.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva