segunda-feira, 1 de julho de 2013

Arquivos do FBI sobre Michael Jackson são solicitados

Suposta vítima do cantor afirma que ele pagou R$78 milhoes pelo silêncio dos meninos violentados Foto: Getty Images

O coreógrafo Wade Robson, que acionou a justiça contra o Rei do Pop alegando ter sofrido anos de abusos vindos da parte de Michael, pediu que seus advogados contatem o FBI sobre supostos subornos feitos a outras vítimas para que ficassem caladas. As informações estariam em documentos secretos, que indicam que o cantor chegou a pagar R$ 78 milhões para cada vítima.

O dançarino de 30 anos espera reforçar sua ação, recebida com ceticismo, já que Wade negou ter sido molestado pelo astro do pop durante julgamento em 2005. Ele estava acompanhado de outras supostas vítimas que teriam sido subornadas por Michael.

"Wade sabe que se ficar lado a lado com outro acusador, ele pode se dar melhor. Ele sente que seu caso pode ter sucesso se ele conseguir outra criança para acusar Michael de crimes similares", disse uma fonte ao jornal New York Daily News.

"Isso foi há mais de 20 anos, mas agora sua principal preocupação é construir um caso que mostre ao mundo que ele está certo."

A notícia chega depois que um jornal britânico revelou documentos que mostram que Michael pagou a 24 famílias diversas quantias de dinheiro pelo silêncio das supostas vítimas.

O investigador particular, responsável pelos documentos, Anthony Pellicano, tinha sido contratado pelo Rei do Pop para encontrar as famílias das vítimas e organizar os pagamentos. Os relatórios fariam parte de uma investigação do FBI de 2002, mas não vieram a tona no julgamento de 2005, quando Michael foi inocentado de molestar um menino de 13 anos.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva