segunda-feira, 29 de julho de 2013

Médico condenado por matar Michael Jackson deixará prisão em outubro

Conrad Murray disse que não quer mais depor sobre o caso Michael Jackson. Ele pretende soltar o verbo caso seja obrigado a falar novamente

Dr. Conrad Murray – condenado a quatro anos pela morte de Michael Jackson, em 25 de junho de 2009 – deixará a prisão onde cumpre a pena, em Los Angeles, em outubro, segundo informações do site Female First.

O médico terá a liberdade concedida antes de cumprir a metade da pena devido ao seu bom comportamento e à superlotação das cadeias norte-americanas. Murray foi condenado em outubro de 2011 por administrar erroneamente o anestésico Propofol no astro pop.

Porém, a família de Michael Jackson não está satisfeita com a decisão. Katherine, a mãe do cantor, disse: “isso não é certo, eu nunca verei meu filho novamente enquanto a mãe dele pode vê-lo”.


Que bosta, tinha que ficar a vida inteira preso !

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva