quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Filhos de Michael Jackson revelam memórias e segredos em documentário

Paris, Katherine Jackson e Prince

Os três filhos de Michael Jackson desabafaram sobre as devastastes repercussões que vieram com a morte de seu pai em 2009 e como batalham para viver sem ele, em um novo filme sobre o Rei do Pop. 

O documentário ''Remembering Michael Jackson'' mostrará Prince Michael, Paris and Prince Michael II, mais conhecido como Blanket, contando suas memórias com o pai mega star e recluso ao mesmo tempo, e como e como vivem hoje em dia.

Paris foi filmada para o documentário, apenas algumas semanas antes de tentar suicídio, este ano. No depoimento, Paris contou que seu pai morreu antes de cumprir totalmente uma promessa que lhe havia feito.


Ela disse para o filme: "Ele prometeu que me ensinaria como fazer o `moonwalk´mas nunca o fez. Eu realmente espero que este legado viva para sempre. Eu nunca vou lhe esquecer. Ele foi incrível." E falou também sobre o estilo de vida no famoso rancho Neverland: "Nós não conhecíamos muitas crianças da nossa idade. Nós não saíamos do rancho com frequência." 

Mas enquanto as crianças não saíam muito do rancho, que foi vendido em 2005, o caçula Blanket contou das suas memórias sobre o lugar: "Ele tinha uma espécie de zoológico, basicamente. Tinha girafas, leões. Tinha jacarés e cobras. Vocês provavelmente ouviram falar, mas ele tinha um chimpanzé chamado Bubbles."

Em uma das mais chocantes revelações, Prince Michael, hoje com 16 anos, revelou que não sabia o nome verdadeiro de seu pai até completar 6 anos de idade. Ele disse: "Ele nunca quis realmente nos dizer quem era como pessoa. Isto durou até eu fazer seis anos, quando aprendi que seu nome era Michael Jackson - ele sempre foi o `papai´ para mim e foi isto."

Todos os três filhos de Jackson trabalham agora na indústria do entretenimento. Paris, que atualmente está em Utah recebendo um tratamento depois da tentativa de suicídio - deseja se tornar atriz.

O seu avô Joe admitiu que Paris ainda não entendeu todo o trabalho que envolve sr uma atriz e acredita que o caçula Blanket tem potencial para seguir os passos do pai.

"Eles dizem que nunca irão querer ser um outro Michael jackson e eu disse que nós já tivemos um. Mas eu disse que ele tem apenas que ser treinado. Aquele garoto é a imagem cuspida de Michael quando ele era mais novo." - disse Joe Jackson.

Paris, sem citar nomes, disse no documentário, sobre o caso: "Tem muita gente ruim por aí."

A mãe de Michael Jackson, Katherine Jackson, deu a largada para a produção do filme, com uma campanha de crowdfunding, pelo site Kickstarter.

Um trecho do documentário foi divulgado nesta semana. Nele, os pais e filhos de Michael compartilham suas lembranças do cantor. No final, Katherine pede contribuições para terminar o trabalho.

Em um comunicado que acompanha o trailer, publicado em um site de arrecadação de doações, ela afirma que está co-produzindo o documentário e que o filme precisa de imagens e músicas da cantor. "Mas, como se trata de Michael, o custo para fazer uso de tudo isso é muito alto", diz. Ela promete que fãs que fizerem uma doação ganharão brindes exclusivos, como bonés e camisetas.

Segundo o site TMZ, um porta-voz da empresa que administra a obra e a herança de Michael Jackson diz que a família nunca os procurou para pedir permissão para usar trabalhos do cantor nesse documentário e afirma que a empresa não pretende aprovar o projeto. "Nós lançamos apenas projetos profissionais da mais alta qualidade e que mostrem a genialidade e a humanidade de Michael", diz o advogado

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva