quarta-feira, 6 de março de 2013

Conrad Murray medicou Michael Jackson por pressão da produtora AEG

michaeljacksonoriginaljpg

A rede de televisão CNN teve acesso a uma série de emails supostamente enviados por Paul Gongaware, presidente da AEG, uma das maiores produtoras de shows do mundo, para Kenny Ortega, diretor da turnê This Is It, que seria estrelada por Michael Jackson.

Nas mensagens, Gongaware elabora um plano com Ortega para pressionar o médico particular do rei do pop, Conrad Murray, a medicar o cantor, para que ele não se sentisse cansado por conta dos ensaios para os shows da turnê, que começaria em Londres e renderia milhões de dólares para o astro e também para a produtora.

Murray, que recebia um salário mensal de US$ 150 mil da AEG, acatou ao pedido dos executivos depois de muita pressão. “Gostaríamos de lembrar o senhor Murray que é a AEG, e não Michael Jackson, que paga o salário dele. E esperamos que ele faça o que é esperado dele”, teria escrito Gongaware em uma das mensagens.

Os emails serão anexados ao processo movido pelos filhos e pela mãe de Michael contra a produtora.

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva