quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Músicos e produtores não creem em "novo Michael Jackson"

Músicos e produtores não creem em "novo Michael Jackson"


Ícone indiscutível da música, Michael Jackson revolucionou o jeito de se fazer, vender e entender a música pop, transformando a cultura de seu ouvir suas canções em uma experiência que reunia som, imagem e sensações. Rompendo qualquer barreira nos estilos, Michael deixou sua marca definitiva e uma lacuna irreparável. Mesmo sem lançar nada inédito e relevante em seus últimos anos, a morte do popstar foi sentida em toda a comunidade musical. O Terra ouviu músicos e produtores que falaram sobre a falta que faz o cantor e a perspectiva do futuro da música pop. Qual é a chance de surgiu um novo Michael Jackson?


Rick Bonadio, produtor
O Michael Jackson inventou a forma atual de se cantar música pop, era uma referência para os novos e sua ausência deixa um buraco na música pop. Faz muita falta. Muito difícil, mas é claro que a música pop está em alta no mundo e talentos não faltam. Acredito que em breve teremos um nome tão forte quanto ele.


Tavares, baixista do Fresno
Ele era genial. Cada música dele era uma novidade enorme para o cenário pop. Acho que já perdemos muito nesse ano, e o que nos resta é revisitar a obra dele sempre que possível. Ainda tem muita coisa separada naqueles seis discos. Sinceramente, acho que nenhuma. O Michael Jackson unia a imagem a um talento nunca visto antes. Não consigo imaginar alguém ocupando esse posto. É como o Paul McCartney, ou Stevie Wonder: ninguém vai cobrir isso.


Japinha, baterista do CPM 22
Uma das coisas que mais me marcou foi o riff que ele gravou como Eddie Van Halen. Quando fiquei sabendo da música quis ouvir na hora. Independente do gosto musical, ele foi um grande nome da música. Acho que a Madonna teve quase o mesmo impacto que o Michael, mas sem o mesmo número de polêmicas. Mas surgir algum fenômeno tão grande como ele, acho muito difícil, principalmente com todas as mudanças que existiram na indústria fonográfica.


Elektra, vocalista do Fake Number
O mundo da música com certeza não é a mesma coisa sem ele, o Michael fez história e vai ser lembrado pra sempre. Já faz um ano que ele se foi, parece que foi ontem, nós ainda ouvimos falar dele como se ele estivesse aqui, as pessoas falam dele com o maior carinho, com o maior respeito. Perdemos um Rei, alguém que nunca vai ser substituído, ele era a música em pessoa, conhecia cada pedacinho das músicas dele e realmente sabia o que estava fazendo. Eu fico triste pelo fato de que nunca vou poder assistir a um show dele. Tenho certeza que nunca mais teremos um fenômeno como o Michael, pode ter alguém que chegue perto, mas igual a ele nunca mais.


Marcelo, vocalista do Strike
Realmente é uma grande perda da música mundial, Michael Jackson tem um talento incontestável, era um gênio dos palcos, ele estava preparando uma tour bombástica, que iria inovar o mercado fonográfico, mas que infelizmente foi interrompida com sua morte. Acho que ele é igual os Beatles, são aqueles fenômenos de genialidade que nunca mais acontecerão igual. Acredito que sua obra será descoberta por milhares de pessoas, por gerações que ainda se interessarão por seus hits e esses novos fãs irão entender que "quem é rei, nunca perde a majestade".


Bruna Caram, cantora
A perda da música é enorme e irreparável. O próprio (e grande!) Stevie Wonder, outro ídolo meu, declarou que não queria estar vivo neste dia (o da morte do rei). Michael Jackson foi o artista completo pelo qual todo público anseia. Era perfeccionista em relação não só a técnica, mas a emoção, interpretação, energia, performance, coreografia, cenário, luz, banda, tudo o que está envolvido na criação de um grande espetáculo. Michael Jackson despertava na gente muito mais que uma simples admiração ou aprovação: Michael causava hipnose. Ele garantia aquilo que nós artistas precisamos garantir à platéia a cada apresentação: a magia. Era uma pessoa que se realizava no palco, um talento nato - mas sempre em lapidação. Eu acredito muito nisso e talvez por essa razão ame-o ainda mais: é preciso treinar e treinar até melhorar. Parece perfeito? Então vamos treinar mais ainda. Acho isso de uma beleza, de uma essência e de uma humildade inacreditável, e, ao mesmo tempo, necessária ao artista. Michael Jackson não tem público-alvo. Não tem faixa etária. Não tem cor, gênero musical, classe social, cultura, país ou nicho em que sua música se insira melhor. Michael Jackson é o artista universal. É como Chaplin, é o artista com realeza, inteiro, impecável, brilhante e atemporal.


Joice Santos, cantora
Perda sem tamanho, pois ser um artista completíssimo e com personalidade para encantar O MUNDO não é para muitos! E quase unânime, né? Pois afinal, quem não gosta de Michael? Não pode não gostar, é pecado! Artistas como Michael e Madonna não deveriam morrer nunca, se isso fosse possível! Ainda não acredito que ele se foi, porque está e vai continuar presente na vida das pessoas pelo seu precioso legado musical! Olha, otimista como sou, creio que isso possa acontecer UM DIA! Mas sinceramente é difícil até de imaginar... o que seria tão bombástico ou melhor do que Michael? Parece meio impossível, né? Fora que ele se tornou tão único e insubstituível no que ele faz que é capaz dele ficar pra sempre no topo. Não faço a menor idéia! Espero que seja uma chance enorme, que a história nos surpreenda. Não se encontra gênios a cada esquina, mas cedo ou tarde eles aparecem (risos!). Eu acredito no artista nato e inteiro, e acredito que, por mais que a mídia hoje tenha uma lógica cruel, por mais que o mercado fonográfico esteja em decadência, por mais que vários valores pareçam estar se perdendo ou mudando, o grande artista é um sobrevivente. Ele se destaca apesar de tudo. Felizmente, perdas irreparáveis se farão e novas referências virão transformar nosso olhar novamente. Eu quero estar aqui pra ver isso acontecer.


Adriano Daga, produtor
Michael foi sem duvida o astro pop mais famoso e talentoso desta era; influenciou grandes músicos e artistas em várias áreas, na música, na dança, na voz, na moda e em todas as décadas em que ele esteve vivo; por essas e outras, é essa uma enorme perda para nosso mundo não somente musical. Um artista completo que desde a sua infância influenciou, influencia até hoje e sempre influenciará todos no mundo das artes, com certeza foi uma grande perda, e com certeza, um dos poucos a se tornar uma lenda. Todos sabem que não há chance nenhuma de existir um astro como foi o Michael. Um artista que reinou por mais de 4 décadas sem ser esquecido nem datado ou julgado como moda. Outros astros e grandes bandas e lendas sempre existirão, porém, temos que pensar em épocas e modas do mundo pop, que tem sido cada vez mais passageiras, fúteis e decrescentes a cada ano, impedindo assim de existir outro astro como foi o Michael, além de seu talento, e época.


Mi, vocalista do Gloria
Com certeza temos um buraco gigante no pop, Michael Jackson deixou uma história gigante! A falta que ele faz é gigante, sou grande fã de todo seu trabalho, e fiquei muito chateado com sua morte. Acredito que não tem chance de termos outro Michael Jackson, ele era único! Nunca ninguém vai fazer canções tão lindas como Man in the mirror ou Gotta be there.


Johnny, baixista do Gloria
Mesmo ele não lançando nada novo e surpreendente , a perda é gigantesca , acredito que ele já tinha se tornado um "patrimônio" da musica pop , e se ele não fizesse nada novo no campo musical com certeza aprontaria alguma apresentação audaciosa. Acho difícil , porque ele criou quase tudo, e os candidatos ao posto não fizeram nada a não ser releituras do que ele já havia criado..mas a Lady gaga tem sido uma candidata esforçada!


Peres, guitarrista do Gloria
Achei engraçado ele só ter sido idolatrado quando morreu! Nos EUA ele já era motivo de piada, por causa dos escândalos envolvendo pedofilia e cirurgias plásticas. Cansei de ver caricaturas dele em filmes e seriados. É indiscutível o talento que ele possuía. Mas, na minha vida, ele nunca fez nenhuma diferença. Lady Gaga é um fenômeno pop recente. Pra mim, ela é a maior do momento! E a chance de surgirem mais talentos é enorme! Ainda mais agora que se descobre um talento por segundo no YouTube.


Lucas Scudeller, cantor
A música pop perde sua referência-mor. Sem dúvidas entramos em uma fase de transição onde muitos vão tentar ocupar o espaço deixado por ele, poucos serão relevantes na tentativa e nenhum conseguirá. MJ foi único. Remota, pela maneira que o mercado se encontra, descentralizado. Os independentes ganharam espaço com a internet e os artistas de elite não conseguem mobilizar o mundo como antes conseguiam. A idéia da vez é a diversidade artística, todos têm mais espaço. O mundo artístico está mais democrático, apesar de se consumir música como nunca antes na história.

Fonte: diversao.terra.com.br

Ai ai deixa o povo tentar...
nunca vao chegar!!!
MJ foi, é e SEMPRE sera O CARA!!!

O Que Passou Por Aqui !

Saraiva